NOVIDADES

Setembro Amarelo




#SetembroAmarelo

A depressão, ao contrário do que muitos pensam, não é frescura e está longe de se comparar à tristeza comum, ela acarreta coisas como tristeza profunda, mudanças de humor, sentimento de indiferença, vazio ou/e impotência, alta irritabilidade, baixa disposição para coisas simples da vida, baixo autoestima, fadiga, insônia, automutilação, comportamento suicida, tentativa de suicídio, inquietude, baixa capacidade de concentração, entre outros.
Pois é, é algo muito sério mas que na maioria das vezes não é visto dessa forma e, frequentemente, o comportamento de uma pessoa depressiva acaba sendo confundido com preguiça e estresse, por exemplo, e é claro, isso só piora.
Bom, aparentemente existem classificações e tipos diferentes de depressão. Saiba como lidar, e como NÃO tratar uma pessoa depressiva para você não acabar deixando ela pior que já está:
Se você percebeu que alguém próximo a você tem estado/é muito agressivo ou irritado, vive se excluindo de tudo, não tem feito muito além de ficar deitado, e você acha que pode ser depressão, por favor não finja que não está vendo, não trate ele(a) como se ele(a) fosse um tipo de bomba relógio, muito menos como se fosse um lixo inútil. Mostre que se importa com ele(a), procure saber como ele(a) se sente, converse sobre isso e demonstre apoio, não pergunte por que ele(a) tá assim nem por que ele(a) não tenta tomar um banho e ir se distrair um pouco, por favor não faça isso, depressão não é o mesmo que tristeza, ele(a) não precisa de um motivo aparente para estar mal assim como muito provavelmente essa pessoa não sente que tem forças pra levantar e tomar um banho e/ou não tem o mínimo de ânimo/vontade de fazer qualquer coisa além de deitar e ficar ali para sempre.
Procure fazer com que essa pessoa tenha acompanhamento médico, de preferência.

(LEMBRE-SE: SOMENTE UM PROFISSIONAL PODE DIAGNOSTICAR ALGUÉM DEPRESSIVO)

Agora entenda que a depressão não é um tipo de tristeza que você sente quando algo ruim acontece e depois passa, é muito pior, muito mais lancinante. Ela está sempre ali, por mais que a pessoa pareça e diga estar ótima, você não imagina o inferno que pode estar na mente dela. O número de pessoas que se matam por depressão é imenso então, por favor, não pratique bullying, não seja preconceituoso, abra sua mente para que a realidade entre e aprenda a se colocar no lugar do próximo.
Existem alguns testes e questionários que apontam o dedo para o distúrbio, mas só uma avaliação apurada do médico, que incluirá histórico do paciente e da sua família, bem como alguns exames, poderá cravar se o problema é realmente uma depressão. A condição, aliás, muitas vezes está associada a outros transtornos psiquiátricos. A depressão também é classificada de acordo com a sua intensidade — leve, moderada ou grave.
Você pode conversar com um voluntário do CVV ligando 141 (não precisa se identificar). Ou ainda pelo chat: https://www.cvv.org.br/chat/



*Consulte um médico para receber orientação.


Falar é a melhor solução!



Comentários Via Facebook
0 Comentários Via Blogger



- Os comentários são moderados.
- Use seu perfil no Facebook para comentar em nossos posts.
- Use sua conta no Google para comentar.
- Evite o uso de palavrões nos comentários.
- As opiniões expostas nos comentários não refletem as dos autores do site. Inclusive, as vezes mal refletem as do autor do comentário.
- Baixe Nosso Aplicativo na Google Play Para Ouvir Nossas Transmissões Ao Vivo

- A Equipe da Web Rádio Crush Unifap Agradece sua Visita!
- Curta a gente no Facebook
EmoticonEmoticon

 

BATE-PAPO